COMO VAMOS AJUDAR-TE?

nosso trabalho vai mudar a sua vida para sempre. Não será apenas uma dieta, será uma aposta na tua saúde, um acompanhamento constante que te vão ajudar a atingir os teus objectivos.

Trabalhamos com o foco no conhecimento e nas boas práticas, que vão ficar contigo a vida inteira. Todos os planos são adaptados e personalizados para a ti e para a tua vida.

Começa agora a mudar a tua vida e inscreve-te num dos nossos planos personalizados.

 

Blog

Manter a rotina em tempo de quarentena

Orientações para manter a rotina em tempo de quarentena

 

Atualmente estamos a viver uma situação que muito possivelmente nunca vivemos antes, toda esta vivência é novidade para nós e neste momento, para além do receio, sentimo-nos desnorteados nas nossas rotinas. De um momento para o outro, sem preparação prévia, vimo-nos forçados a abandonar a nossa “vida” e o mais certo sobre o futuro é que ele é incerto. 

 

Como seres de hábitos e rotinas sentimos conforto em ter o dia programado e controlo sobre o que foi programado. Faz parte de nós, da nossa sensação de segurança saber o que vem a seguir e portanto é normal que neste momento estejamos a sentir ansiedade em dose redobrada. 

 

Portanto apesar de tudo devemos tentar manter a nossa rotina o mais estável possível, aqueles momentos do dia que podem ser mantidos devem ser mantidos, nesses mesmo momentos estão o treino e a alimentação. 

 

Nestas duas vertentes poderão ser necessários ajustes e isto é algo bastante subjetivo. Nesse sentido vamos hoje deixar algumas orientações para tentar manter a rotina durante o período de quarenta:

 

O Treino

  1. Para quem habitualmente ia ao ginásio terá agora de transportar o treino para casa e adaptar ao máximo à disponibilidade que o lar oferece, desde o espaço ao material. O facto de treinar em casa pode parecer desmotivante pois o cenário é sempre o mesmo e portanto poderá ajudar preparar a zona de treino. Se tiver um espaço específico para treinar prepare essa zona, coloque o tapete (caso não tenha tapete pode colocar uma toalha apenas para “marcar” o espaço de treino) e o material que vai usar alinhado, não se esqueça de colocar aquela música que o faz querer 

 

 

  1. Se for possível faça o treino à hora a que habitualmente costumava fazer. Uma parte muito importante do treino neste momento (e que depois deve também ser aplicado no ginásio) é a concentração, concentração total no músculo que está a ser trabalhado, focar toda a atenção nesse músculo e vai sentir um trabalho muito mais eficaz e efetivo e neste momento é muito importante sentir isso. Sinta mesmo o músculo a trabalhar, concentre-se nesse músculo como se só existisse isso nesse momento.

 

 

  1. Depois de terminar deixe já o espaço de treino “montado” para o treino do dia seguinte, se não for possível arrume o material num canto mas deixe-o à vista para que facilmente no dia seguinte se recorde do treino.

 

O Sedentarismo

O facto de estarmos condicionados ao espaço de casa pode, muito possivelmente, tornar-nos muito mais sedentários em comparação com a nossa rotina habitual antes da quarentena pelo que o ideal será mantermo-nos o mais ativos possível:

 

  1. Aproveite este período de tempo para fazer aquelas arrumações mais profundas que até tem vindo a adiar por falta de tempo, parecendo que não vai gastar umas boas calorias;

 

 

  1. Atividades com as crianças podem ser uma boa forma de também as entreter, dançar pode ser uma boa atividade, jogos como virtual dance, wii sports, zumba fitness podem ser não só divertidos como bastante ativos;

 

 

  1. O exercício cardiovascular é muito importante neste momento, mesmo em casa e sem material é possível fazer um bom cardio. Uma corda é suficiente para se fazer um bom treino ou caso não seja fã de saltar a corda pode simplesmente fazer séries de mountain climbers, jumping jacks, burpees, skipping… Esta é a altura de usar a imaginação e de explorar o seu lado criativo.

 

A Alimentação

Relativamente à alimentação esta pode ser mais sensível dado que a disciplina pode ceder um pouco à tentação! 

 

  1. Antes de mais não compre lá para casa nenhum alimento que não é suposto consumir. Se não tiver os alimentos “à mão” não os vai comer (até porque não pode sair de casa);

 

 

  1. Mantenha os horários das refeições e o mesmo planeamento. Se habitualmente prepara as refeições no dia anterior agora tem a vantagem de as consumir frescas no próprio dia mas faça na mesma o planeamento no dia anterior, não deixe que os “apetites” do momento decida o que vai comer;

 

 

  1. O tempo livre pode ser aborrecido se não se mantiver ocupado, portanto tente manter-se ocupado e passar um dia a ver séries ou filmes não é a melhor opção. O que acontece quando estamos aborrecidos sem nada para fazer? Temos “fome”! Leia um livro, atualize os seus conhecimentos em temas do seu interesse, aprenda a tocar um instrumento, a desenhar, a pintar… no fundo invista naquelas atividades que sempre quis fazer e nunca fez por falta de tempo;

 

 

  1. Se realmente ver séries e filmes for a melhor forma de entretenimento e surgir uma vontade de “petiscar” associada podemos então criar algumas estratégias para que o consumo calórico não seja tão impactante, como fracionar as refeições que tem no plano em pequenas refeições e ir comendo ao longo da sessão; se não está a seguir um plano pode sempre usar boas opções para petiscar como pipocas (sem açúcar), tremoços, frutos vermelhos, gomas de gelatina 0%…

 

Este momento não é mais motivante, não é aquele que nos transmite confiança nos nossos objetivos e que faz acreditar no nosso trabalho mas é o que temos e nada podemos fazer para alterar isto neste momento portanto a única solução para este problema é mesmo aprender a viver coma s limitações. Temos de fazer o melhor possível com os recursos que temos até que tudo volte ao “normal” e seja possível ter melhores recursos para fazer melhor!

 

No Comments
Add Comment
Macronutrientes
Acompanhamento Online

Segue-nos nas redes sociais