COMO VAMOS AJUDAR-TE?

nosso trabalho vai mudar a sua vida para sempre. Não será apenas uma dieta, será uma aposta na tua saúde, um acompanhamento constante que te vão ajudar a atingir os teus objectivos.

Trabalhamos com o foco no conhecimento e nas boas práticas, que vão ficar contigo a vida inteira. Todos os planos são adaptados e personalizados para a ti e para a tua vida.

Começa agora a mudar a tua vida e inscreve-te num dos nossos planos personalizados.

 

Blog

Como controlar o apetite

Como controlar o apetite

Neste momento há vários cenários possíveis para o nosso dia-a-dia, ou estamos a trabalhar a partir de casa ou continuamos no nosso local de trabalho de forma faseada o que pode fazer com que a carga de trabalho possa ser maior. Somando a isto alguns de nós ainda têm responsabilidades acrescidas como filhos e dependentes a cargo, na face oposta da mesma moeda alguns de nós estão completamente sozinhos em casa e o único contacto humano que têm é através um ecrã. Isto para dizer que independentemente do cenário onde estamos inseridos todos eles são potenciais desencadeadores de stress, desmotivação e aborrecimento.

Todos nós de forma individual temos estratégias ou comportamentos que, momentaneamente ou não, nos parecem aliviar as sensações que experimentamos nestas situações de desmotivação, aborrecimento e stress e, de forma geral a alimentação mostra ser quase como que referência geral. Arrisco a dizer que todos nós já comemos algo que sabemos que não nos faz bem, ou que não é adequado, porque estamos tristes, aborrecidos ou superamos um dia muito chato e então é merecido… Neste momento todas estas sensações podem estar exacerbadas pelos motivos que já vimos em cima e que conseguimos perfeitamente identificar pois vivemo-los na pele, portanto a questão é: de que forma podemos tentar controlar neste “apetite”?

Planeie o seu dia, dê-lhe estrutura:

Esta é uma sugestão que vem em sequência do artigo lançado anteriormente e foi bastante explorada, portanto aconselho a leitura caso ainda não teve oportunidade de ler. Ter um plano e tentar segui-lo (mesmo que isso não aconteça efetivamente a 100%) vai dar uma estrutura ao dia e não vai ficar dependente do apetite do momento. Na agenda aponte tudo o que planeia fazer naquele dia, desde refeições, trabalhos, treinos, estudo, séries ou filmes que planeia ver, deixe tudo preparado previamente.

Compras:

A nossa alimentação começa no processo de compra, geralmente é aqui que decidimos como é que vai ser a nossa alimentação durante a semana ou durante o mês, portanto este é um momento relativamente importante. Não saia de casa sem uma lista daquilo que é necessário, não confie na sua memória que à última hora acaba por atraiçoar e por fazer com que traga mais produtos do que é necessário. Nesta lista não deve constar nenhum dos alimentos que sabe que podem ser uma perdição ou alimentos que não estão adequados para si. A própria visita ao mercado pode ser desafiante pois os alimentos estão dispostos de forma estratégica ou com promoções aparentemente apelativas para que potencialmente compre determinados itens e gaste mais do que seria suposto. Neste sentido cingir-se à lista de compras é fundamental, assim como ir ao mercado após o almoço ou jantar que pode limitar bastante a compra de alimentos por impulso. Tendo estes fatores em mente o mercado online pode ser uma boa solução nesta fase porque, para além de ser mais seguro, pode reduzir esta probabilidade de compra por impulso. Se frequenta o mesmo mercado há anos já quase que podia ir de olhos fechados buscar os alimentos que precisa, portanto faça o mesmo, mas de olhos abertos, vá só aos corredores que precisa e evite os corredores dos snacks e doces. 

Que alimentos usar para controlar o apetite:

Há alguns alimentos que podem ser mais adequados usar nestas alturas em que o apetite é mais difícil de controlar. Por serem pouco calóricos podem ser uma vantagem quando “apetece algo doce” ou petiscar em algum momento do dia em que a vontade é mais forte do que a nossa capacidade de resistir.  Pipocas caseiras (sem açúcar ou gorduras adicionadas) são uma boa opção para petiscar e até para usar se apetecer comer algo a meio do filme ou da série. Adicione aroma de baunilha ou canela ara lhes conferir um sabor adocicado. Gelatinas zeroou pudins sem açúcarpodem ser um bom snack, principalmente quando o tempo começa a aquecer pela sua sensação de frescura. Pode ainda aproveitar a gelatina para fazer gomas e assim entreter também os mais novos. O aumento da temperatura convida a snacks mais frescos e é aqui que podem entrar os gelados de fruta, triture a fruta, adicione água e congele em formas de gelado. Terá sempre à mão um gelado de fruta. Uma outra sugestão agradável para petiscar são tremoços, sem tempero se possível. 

É importante perceber que o aumento do apetite é algo normal, principalmente na situação atual, e nem sempre conseguimos controlar portanto não coloque demasiada pressão sobre este aspeto. Tenha em consideração estas recomendações mas tenha sempre ciente também que a perfeição não existe. 

O conteúdo deste artigo é de caracter informativo e não deve ser interpretado como aconselhamento profissional. As opiniões contidas não devem ser usadas para diagnóstico e/ou tratamento de problemas de saúde. É sempre imperativo o aconselhamento com profissionais de saúde antes de aplicar qualquer dieta ou regime alimentar. 

No Comments
Add Comment

Segue-nos nas redes sociais